sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Desfile

Era manhã, ensolarada. Um despertador começa a tocar, era para acordar um jovem preguiçoso. Sete de setembro, dia de desfile, quem gosta de acordar cedo? Bom, ele que não. Era domingo, ele não tinha que acordar cedo para fazer nada.
- Que merda... Não vou levantar de jeito nenhum...
De repente a barulheira do desfile começa a tocar, ele morava em um bairro simples, que o desfile passava. Morar na cobertura, ter dinheiro, não significa nada nesse caso, e ainda mais por ele odiar ser perturbado. O barulho era de pratos, trombetas e coisas bem chatas de desfile começava longe, quase inaudível.
Uma porrada no despertador fez com que o silêncio durasse mais 10 minutos.
Depois desse tempo, o barulho que começava no fim da rua, já estava dentro da casa do nosso jovem. Ele se levanta, fecha a janela, mas o barulho fica ainda maior, mesmo com o vidro fechado. Parecia não ter fim.
Ele foi enlouquecendo aos poucos até o momento em que pegou o roupão e o maior balde que tinha.
Nesse meio tempo a banda da passeata já estava na frente do prédio dele. Todo fechado, tremia com o barulho.
Ele subiu até o terraço com o balde cheio de água. E tacou a água toda lá em baixo. Em cascata ela desceu rapidamente.
Ao virar parar atrás, encontra com uma mulher toda uniformizada, com a roupa apertada, um batom vermelho bem chamativo, com o cabelo loiro preso, olhos verdes fitando-o. Ela anda até ele, e o beija bem lentamente. A sensação que ele sentia era de estar no meio de uma barulhada toda dançando todo feliz. Como se estivesse no meio da passeata se divertindo.
Então, ele acorda com suas roupas molhadas de cima a baixo, sem entender nada e sozinho no terraço como se tudo não passasse de um sonho maluco.
Se rende, troca de roupa e vai se juntar a passeata.

2 comentários:

  1. Oi Victor!
    Gostei bastante do conto, eu já te disse que você realmente escreve muito bem, mas vou te dar os parabéns novamente, por que é bom elogiar o próximo, é uma grande formar de incentivo.
    Vim agradecer pelo comentário lá no blog, eu estava novamente descrente em continuar com o blog, mas suas sugestões me animaram. Já providenciei algumas fanfics para postar no blog, eu e minha prima iremos escreve-las! Obrigada pelas sugestões! Espero te ver mais vezes lá. Obrigada novamente.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Johnnathan!
      Muito obrigado, realmente é sempre bom ouvir um elogio ou uma sugestão. Passarei no seu blog depois para conferir as fanfics. Eu que agradeço.
      Abraços!

      Excluir